domingo, 3 de fevereiro de 2008

CUTIA ATRAPALHADA.

Foi há muito tempo atrás... A bruxinha da floresta convidou todos os bichos para sua grande festa. Os pássaros vieram logo numa grande animação Veio tucano, pardal, bem-te-vi e o gavião, Por isso ainda hoje a cutia tem um jeitinho assustado, Fala pouco, bem baixinho correndo pra todo lado... Surgiram bichos selvagens: o tigre, a onça, o leão, Também vieram os de casa: o gato, a galinha, o cão, A raça de cada bicho tem outra raça inimiga, Não era de se esperar que a festa acabasse em briga? Falaram isto pra bruxa que riu e até gargalhou! Pois um feitiço da pazela, esperta, preparou... Colocou o seu feitiço, com um cheiro perfumado, no meio da grande mesa, dentro de um pote dourado, E a festa corria bem, com muita animação, Pato dançava com gato, a galinha, com leão, Mas festa assim agitada por muitas vezes enfrenta quem acaba exagerando e se mete numa enrrascada; Mexeram no pote mágico! Quem foi? Foi dona Cutia que botou ingrediente; e modificou a magia... Gente! O que aconteceu? Briga, luta, gritaria? Não... primeiro, se ouviuuma imensa calmaria... ...e depois, os bichos todos; começaram a falar; 0 problema é que suas vozes. estavam fora de lugar. 0 feitiço mudou as vozes! Dava até dó de se ver... o desespero dos bichos, em se fazer entender. 0 sapo abriu sua boca; e soltou imenso... urro! O leão, por sua vez, falava com voz de burro. Gato uivava, cão mugia... que bagunça que se viu! Pato coaxava e o tigre... abriu a boca e gritou... piu! Os bichos se esparramaram! Por onde andava a Cutia? Muito bem escondidinha, depois dessa estrepolia. Mas a bruxa a encontrou:- Como você foi capaz? Você estragou o feitiço, acabou com nossa paz! Dona Cutia quis palar; mas sua voz tinha mudado... Em vez de dizer desculpe, ela deu foi um miado. A bruxa refez o encanto; Foi há tanto tempo atrás... se a voz dos bichos voltou, eles não se entendem mais. Hoje um bicho caça o outro, um do outro é inimigo; Por causa de uma Cutia, que ganhou um bom castigo. Numa vingança, a bruxinha; fez um feitiço pra Cutia: Corre sempre, corre, corre; Cutia... pra casa da tia! A Cutia tem esperança um dia de ser perdoada; É só mexer num feitiço... Mas desta vez, de uma fada!

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial